banner desktop banner mobile

Preparação para residência médica, além do conteúdo.

Preparação para residência médica, além do conteúdo.

A preparação para as provas de residência médica vai além do que apenas ter o conteúdo.

Quando falamos sobre a preparação para residência médica, muitas vezes focamos tanto no conteúdo que esquecemos de outros fatores.

O conteúdo é apenas uma parte da preparação para ser aprovado na residência médica, sendo assim ele não é tudo. 

Continue lendo e descubra como se preparar corretamente para a residência médica.

 

► Definir sua especialidade médica

A definição da especialidade médica é fundamental para que todo o processo de preparação se desenrole. Afinal, como você irá prestar uma prova de residência médica sem saber qual especialidade irá prestar? 

Ter certeza de qual área atuar é uma grande vantagem para o candidato. Isso fará com que ele seja mais assertivo nas outras fases da preparação para a residência médica. 

Por isso, é importante que o candidato explore as matérias que despertaram maior interesse durante a graduação. Também aquelas matérias em que houve uma maior identificação ou que o desempenho foi positivo.

Mas a definição da especialidade médica não é algo que acontece de uma hora para outra. Mesmo que o candidato já tenha preferência por alguma área.

É importante fazer uma pesquisa aprofundada sobre ela, conversar com profissionais da área, e não se prender apenas uma única. Procure outras especialidades, você pode se surpreender com o que irá descobrir. 

 

► Definir hospital 

Tendo sua especialidade bem definida, agora é o momento de definir em qual instituição você prestará a prova. É importante escolher a instituição certa para que você não se desaponte no futuro.

Embora todas sigam as regras do Conselho Nacional de Residência Médica (CNRM), cada uma tem seu regimento interno e suas particularidades e as regras só não podem ir contra a lei federal.

As instituições de maior destaque, normalmente, são aquelas com muitos anos de bagagem e com profissionais conceituados, que serão responsáveis por ensinar tudo aos residentes.

Vale lembrar que durante o período de residência, o médico irá atuar em plantões. Por isso os hospitais de maior prestígio podem ser uma boa. Mas para aprender de verdade, muitas vezes, um hospital pertencente à rede pública pode ser mais abrangente.

Lá o residente encontrará diversos quadros a serem estudados. Na maioria dos casos, em número muito maior que um hospital privado.

Esses hospitais estão espalhados pelo país todo e alguns fazem parte das principais instituições do país. Como a Universidade de Campinas (Unicamp), que tem seu próprio hospital universitário em sua cidade sede.

Há também algumas instituições filantrópicas de saúde que são referência. Como os hospitais da Santa Casa de Misericórdia ou a Casa de Saúde Marcelina (também conhecido como Santa Marcelina). Ambos são instituições públicas mantidas pelo governo ou através de doações.

Fora isso, cada hospital tem suas particularidades. E da mesma forma que sua especialidade deve combinar com você, atender suas expectativas pessoais, leve em consideração os mesmos pontos para a escolha das provas que vai prestar.



► Preparo financeiro 

A preparação financeira muitas vezes é deixada de lado na hora de se preparar para a residência médica, mas ela não pode ser esquecida.

 As provas para residência médica tem taxas de inscrição bem mais altas que as dos demais vestibulares. Por isso o planejamento financeiro é importante para que você consiga prestar todas as provas que deseja sem comprometer seu orçamento. 

Uma dica é fazer um top 3 de hospitais que mais deseja prestar. Isso ajudará você a ser mais assertivo na hora de estudar, aumentará seu foco e fará com que você evite gastar dinheiro com provas que nem quer prestar tanto assim.

 

► Método personalizado de aprendizado 

Cada pessoa é única. Sendo assim, cada um tem seu método de estudos. Ou seja, o que funcionou para seu amigo, pode não funcionar para você.

Por isso é importante fazer uma análise pessoal e montar seu cronograma personalizado de estudos.

Pense nos seguintes pontos:

  • Quanto tempo você tem disponível para estudar?
  • Quais matérias precisa dar maior foco?
  • Você tem um cronograma de estudos?

Já falamos aqui no blog sobre como montar um cronograma de estudos eficiente

Confira, também, no vídeo a seguir sobre como estudar corretamente para as provas de residência médica:

A preparação para as provas de residência médica envolve muito mais do que apenas o conteúdo. Por isso, cada passo deve ser planejado. Analisando todos pontos com todo cuidado e atenção.

E se precisar de ajuda pode entrar em contato com a nossa equipe de especialistas, eles estão prontos para te ajudar.

Um forte abraço, até a próxima.


Siga-nos nas redes sociais e receba sempre novidades e dicas super importantes: Facebook, Instagram, Youtube

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL