banner desktop banner mobile

Residência em Dermatologia: por que escolher essa especialidade?

Residência em Dermatologia: por que escolher essa especialidade?

Residência em dermatologia é uma das mais concorridas!

No entanto, são 3 anos de especialização para poder tratar doenças da pele, tecido subcutâneo, cabelos e unhas!

Em primeiro lugar, é preciso muito estudo e dedicação, desde a busca pela vaga em uma especialização reconhecida pela SBD, durante o período de especializando e, também, após a formação, mantendo-se, então, atualizado e buscando o melhor para o paciente sempre.

Ficou interessado?

Então continue lendo que você terá acesso, dessa maneira, as informações sobre a área, as oportunidades disponíveis, principais desafios e mais!

Leia também: Conheça as especialidades médicas que você pode atuar!

O que é a residência em Dermatologia?

A residência em dermatologia é a área da medicina que cuida e trata das doenças da pele, tecido subcutâneo, cabelos e unhas.

Dessa forma, a especialidade abrange toda área da dermatologia clínica e cirúrgica, assim como a Cosmiatria (área da dermatologia que trata da beleza e alterações estéticas da pele).

Em resumo, é especialidade médica de acesso direto, ou seja, basta conclusão da graduação em medicina para estar apto, então, a cursar residência médica ou pós-graduação equivalente em dermatologia (são 3 anos de especialização).

Como é o dia a dia na residência em Dermatologia?

A maior parte do dia a dia da residência em dermatologia é ambulatorial. São atendimentos clínicos, pequenos procedimentos cirúrgicos e tratamentos estéticos podem ser realizados em consultório.

Desse modo, cirurgias maiores podem necessitar de centro cirúrgico, assim como algumas doenças extensas podem requerer tratamento intra-hospitalar.


Ter os estudos organizados ajuda na produtividade da rotina. Você tem problemas ao se organizar? Então baixe nosso e-book e faça um planejamento de estudos.
medcoach-medperformance-ebook-organizador-estudos

Oportunidades de trabalho após a residência em dermatologia:

No entanto, o dermatologista recém-formado por serviços credenciados pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) deve dar entrada no Conselho Federal de Medicina para receber o seu Registro de Qualificação de Especialista (RQE).

Portanto, o RQE pode ser obtido após a conclusão de residência médica em Dermatologia reconhecida pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) ou através da realização da prova de título de especialista (TED) pela SBD.

Assim, o dermatologista pode abrir seu próprio consultório para atendimento (comprar, alugar ou sublocar uma sala) ou, portanto, trabalhar em clínicas de terceiros (prática muito comum no Brasil): o profissional realiza, então, os atendimentos e procedimentos e recebe o valor proporcional de seus atendimentos ao final do mês.

Vale lembrar também das oportunidades de concursos públicos municipais e estaduais (postos de saúde e hospitais públicos) e, também, de seguir carreira militar. Em geral são poucas vagas em comparação com as outras especialidades médicas.

Não consegue definir qual hospital escolher? Então baixe nosso e-book!

medcoach-medperformance-checklist-hospitais-provas-residencia-medica

Número de especialistas dermatologistas

Atualmente são 7 mil dermatologistas registrados pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Especialidades correlacionadas a residência em Dermatologia:

  • Alergia e Imunologia: dermatoses alérgicas, urticárias, testes alérgicos de contato.
  • Assim como: Cirurgia Plástica: exérese de tumores da pele, cirurgias de pele com retalhos e enxertos.

Áreas de atuação:

  • Dermatologia clínica: diagnóstico, tratamento e acompanhamento de doenças cutâneas.
  • Na sequência, dermatologia cirúrgica: abrange os cirurgias básicas, avançadas e até cirurgias cosméticas.
  • Depois, dermatologia cosmiátrica: tratamentos e procedimentos estéticos, dentre eles aplicação de toxina botulínica, preenchimento cutâneo, lasers, entre outros.

Além disso, para quem defende o termo “sub-especialidade”, existem, portanto, áreas na Dermatologia específicas, tais como:

  • Hansenologia: tratamento e acompanhamento da doença e complicações da hanseníase.
  • Na sequência, dermatopatologia: área destinada ao estudo histopatológico das doenças dermatológicas.
  • Consequentemente, dermato-oncologia: destinada ao diagnóstico, tratamento dos cânceres cutâneos.
  • Por fim, dermatopediatria: estudo das dermatoses infantis.

Ainda tem dúvidas sobre sua especialidade médica? Então veja um vídeo sobre como definir:

Conte com ajuda de especialistas em residência médica

Você deseja planejar e tomar decisões importantes sobre os seus próximos anos, com segurança e confiança? Então é fundamental que tenha estratégias e direcionamento.

Para todas as fases da sua carreira médica, nós temos programas específicos que vão contribuir com o seu desenvolvimento e tornar a sua trajetória mais leve e direcionada.

Por fim, na MED você conta com acompanhamento individual e personalizado de um treinador especialista na metodologia MCX, exclusiva da MED. Assim, você alcançará seus objetivos na carreira, com motivação, autoconfiança e estratégias para toda a sua vida.

Descubra o que podemos fazer por você.

Saiba mais sobre as nossas soluções!

medperformance-medcoach-master-jornada-residência-médica

Quer ter acesso aos nossos conteúdos? Nos siga em nossos canais de comunicação:

Facebook, Instagram, Youtube, Linkedin, TelegramWhatsApp

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL