banner desktop banner mobile

Quanto um médico ganha? Descubra como está o salário do médico no Brasil

Quanto um médico ganha? Descubra como está o salário do médico no Brasil

Não é nenhuma novidade que um dos pontos mais atrativos da área é o salário médico! E não é para menos, a medicina é considerada uma das áreas mais bem pagas, mas quanto um médico ganha atualmente no Brasil? 

E quanto ganha um médico recém-formado? Quem ganha mais, um médico generalista ou um especialista? E os plantonistas, qual é o salário? 

Vamos responder todas essas perguntas e ajudar você a entender o que impacta no salário médico, continue lendo para tirar suas dúvidas!


ebook-especialidades-medicas-medperformance-medcoach


Quanto ganha um médico recém-formado?

A remuneração inicial do médico vai depender de qual caminho ele vai escolher após sua graduação, onde ele vai atuar e qual vai ser sua jornada de trabalho.

Para garantir seu primeiro salário como médico recém-formado, ele pode optar por iniciar no programa Mais Médicos, ingressar na carreira militar, prestar residência médica, fazer uma especialização ou atuar como médico generalista em plantões.

De acordo com uma pesquisa do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) atuando em plantões como generalista, com uma jornada de trabalho de 23 horas semanais, um médico recém-formado no Brasil pode ganhar em torno de R $7.518,45. 

Atuar como generalista é a forma mais fácil e rápida que o recém-formado encontra para ingressar no mercado de trabalho, mas não é a única.


Mais Médicos salário 

O programa Mais Médicos, ou Médicos pelo Brasil, como é chamado atualmente,  também é uma das opções favoritas dos recém-formados. 

Durante o decorrer do programa, o médico é enviado para atuar nas regiões mais carentes do país, por um período de até 3 anos. Ele passa a trabalhar na rede pública, seja ela municipal, estadual ou federal, enquanto realiza um curso de especialização supervisionado na área da Saúde da Família. 

O médico conta com uma remuneração inicial que varia entre R$10mil e R$12 mil mensais. Esse auxílio ainda pode contar com aumentos significativos, sendo de R$3 mil para quem atuar em municípios remotos e em R$6 mil para localidades indígenas ou ribeirinhas.

Se ao final do programa, o médico ainda quiser prestar a prova de residência médica, mesmo já tendo realizado a especialização em Saúde da Família, ele conta com a ajuda de uma pontuação extra para as provas, um acréscimo de cerca de 10% na sua nota. 

Para participar do programa Mais Médicos, ou Médicos pelo Brasil, é necessário que o médico passe por um concurso público. 


Quanto ganha um médico que trabalha no SUS?

Além do programa Mais Médicos que acabamos de ver, existem várias outras oportunidades de cargos públicos na área da medicina, principalmente nas prefeituras. Mas vale lembrar que para trabalhar na rede pública (municipal, estadual ou federal), o médico precisa passar por um concurso.

Quando falamos a respeito do salário médico no SUS, vemos uma grande diferença ao compararmos ele com o de convênios particulares, isso porque os valores pagos no Sistema Único de Saúde são fixos, e tem variações pré-definidas de acordo com os procedimentos que serão realizados.

Mas de forma geral, a remuneração média de um atendimento clínico geral no SUS, por exemplo, gira em torno de R$12,00 por pessoa, enquanto na rede privada o mínimo é de R$60,00.

O salário médico na rede pública varia de pouco mais de R$1 mil até R$14 mil, tudo depende da região, área de atuação e também da carga horária. 

Mesmo que a remuneração não seja uma das mais altas, iniciar a carreira médica no SUS é um dos caminhos mais buscados pelos recém-formados, pois proporciona uma experiência profissional ampla, o que é muito importante para o início da carreira. 


Quem ganha mais, um médico especialista ou generalista?

O Médico Generalista é aquele que não possui um título formal de especialista em alguma área. Ele tem apenas o diploma de medicina e seu registro no Conselho Regional de Medicina.

Ele pode realizar diagnósticos e indicar cuidados mais generalistas, avaliando o paciente de forma mais integral e sem observar a fundo uma área específica.

Segundo uma pesquisa realizada pelo canal de notícias médicas MedScape, com 1.600 médicos brasileiros, englobando todas as regiões do país, os médicos especialistas ganham em média 24% a mais que médicos generalistas.  

Essa pesquisa aponta que o médico especialista ganharia em média R$19.160 por mês, enquanto o médico generalista estaria recebendo R$14.600 no mesmo período.

Além de ter uma remuneração maior, o médico especialista tem uma menor carga horária de trabalho, e maior prestígio na sociedade, tanto médica como também da comunidade. 

quem-ganha-mais-medico-especialista-medico-generalista-medperformance-medcoach


Qual o salário dos médicos especialistas em 2020?

Já que vimos que os médicos especialistas ganham mais que os generalistas, reunimos algumas das especialidades mais procuradas pelos recém-formados e a média de suas remunerações. 

Os valores a seguir são baseados na pesquisa do Salario.com.br junto a dados oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web. 

O salário de algumas das especialidades mais procuradas são: 

Quanto ganha um Pediatra:

O salário de um pediatra varia entre R$7.338,34 e R$13.092,00, de acordo com o nível de experiência e local de atuação do especialista. 

Quanto ganha um Ginecologista:

O salário de um ginecologista varia entre R$6.204,74 e R$12.500, de acordo com o nível de experiência e local de atuação do especialista. 

Quanto ganha um Cirurgião Geral:

O salário de um cirurgião geral varia entre R$7.114,87 e R$14.134, de acordo com o nível de experiência e local de atuação do especialista. 

Quanto ganha um Clínico Geral:

O salário de um especialista em clínica geral varia entre R$6.617,38 e R$12.000, de acordo com o nível de experiência e local de atuação do especialista. 

Quanto ganha um Médico do Trabalho:

O salário de um médico do trabalho varia entre R$7.242,24 e R$17.872,28, de acordo com o nível de experiência e local de atuação do especialista. 

Quanto ganha um Cardiologista:

O salário de um cardiologista varia entre: R$5.419,12 e R$12.031,00, de acordo com o nível de experiência e local de atuação do especialista. 

Quanto ganha um Ortopedista:

O salário de um ortopedista varia entre R$7.216,57 e R$13.885, de acordo com o nível de experiência e local de atuação do especialista. 

Quanto ganha um Oftalmologista:

O salário de um oftalmologista varia entre: R$9.458,98 e R$14.322,00, de acordo com o nível de experiência e local de atuação do especialista. 

Quanto ganha um Radiologista:

O salário de um radiologista varia entre R$9.043,00 e R$15.300, de acordo com o nível de experiência e local de atuação do especialista. 

Quanto ganha um Psiquiatra:

O salário de um psiquiatra varia entre R$7.442,00 e R$13.529,00, de acordo com o nível de experiência e local de atuação do especialista. 

Quanto ganha um Dermatologista:

O salário de um dermatologista varia entre R$5.485,40 e R$18.500, de acordo com o nível de experiência e local de atuação do especialista. 

Quanto ganha um Cirurgião Plástico:

O salário de um cirurgião plástico varia entre R$7.598,07 e R$22.083,08 de acordo com o nível de experiência e local de atuação do especialista. 

Quanto ganha um Médico intensivista:

O salário de um médico intensivista varia entre  R$10.324,00 e R$17.345, de acordo com o nível de experiência e local de atuação do especialista. 

Lembrando que os valores são calculados com base no contrato de trabalho dos médicos especialistas em apenas um emprego. Pois é muito comum que os profissionais acumulem duas ou mais funções em diferentes clínicas, hospitais e unidades de saúde. 

Outro fator que pode alterar a remuneração é a realização de plantões e consultas particulares. Plantões de 24h que podem facilmente passar dos R$1 mil por plantão.


quanto-medico-ganha-medcoach-medperformance

O que determina quanto um médico vai ganhar? 

Apesar de não existir um piso salarial obrigatório para os Médicos, a Federação Nacional dos Médicos (FENAM) sugere um piso salarial de R$15,2 mil para uma jornada de trabalho de 20 horas semanais. 

Além disso, também foi estipulado o valor de cobrança sugerido para consultas médicas, que é de R$187,49. E o valor médio do plantão de 24 horas é de R$1.020 em hospital particular e de R$1.300 em hospital público.

Mas os salários na medicina variam de acordo com uma série de fatores, como: tempo de formação, área de formação, experiência, cidade, carga horária, campo de atuação.

Algumas regiões apresentam salários melhores que outras, e quanto mais tempo de experiência o médico tem, maior pode ser o seu salário. 

Além disso, a forma como o médico vai atuar interfere diretamente no quanto ele vai ganhar, por exemplo, vai abrir um consultório particular? Atender na rede pública? Realizar atendimentos por meio de convênios particulares? Vai fazer quantos plantões semanais? 

Como vimos, médicos especialistas têm uma remuneração maior que os generalistas, então esse ponto deve ser levado em consideração na hora de fazer o planejamento da sua carreira.

Com qual especialidade você mais se identifica? 

Para garantir uma boa remuneração na medicina, é necessário antes de mais nada, ter um plano de carreira alinhado aos seus objetivos. 

Depois é necessário conhecer a fundo a área na qual quer atuar e identificar qual é o caminho que mais se encaixa nos seus objetivos. Você precisa desenvolver um plano de carreira assertivo, para assim alcançar o sucesso profissional.  

Não corra o risco de escolher o caminho errado, a MEDPerformance pode ajudar você a identificar quais são seus objetivos, traçar um plano e alcançá-los de maneira assertiva.

Descubra o que a MED pode fazer por você!

medcoach-med-medperformance-especialista-carreira-medica-coach-medico-coaching-atendimento


Quer ter acesso aos nossos conteúdos exclusivos?

Siga a MED na sua rede social favorita e receba sempre novidades e dicas sobre residência médica e preparação para as provas:

Facebook, Instagram, Youtube, Linkedin, Telegram

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL